Silêncio carregado de amor fala mais que discurso carregado de afeto

A palavra é prata e o silêncio é ouro …. me disse ele. –
Se soubéssemos o poder que tem a palavra … usaríamos mais o silêncio –
a palavra pode construir mas também destruir …

A palavra pode unir mas ela por vezes prefere separar …

A palavra pode curar mas ao deixá-la solta… ela se espreita e faz o outro adoecer ….

Eu sempre quis achar um freio para minha língua …

dizia ele … –
e estou sempre em busca de domá-la…

Quando por fim … ela me vence o resultado é devastador….

☹ SAUDADES EU TENHO DE ESTAR COM ELE 👴

Por vezes eu me sentava a seu lado e no silêncio da tardizinha…
Eu falava então: – fala nada não ? Vô??

– falar…. pra que filha ? – Se eu posso apenas amar …”

(Texto extraído do conto – eu e minhas raízes – de Luciana Oliveira)